Liber Null e Psiconauta – Peter J. Carroll


   compre liber null e psiconauta na saraiva cultura amazon martins fontes

banner-null

O ocultismo ocidental clássico recebeu Liber Null e Psiconauta da mesma forma que uma loja de cristais finos receberia uma manada de elefantes enfurecidos. E essa não é uma afirmação exagerada. A influência dessa obra seminal (duas obras, na verdade) de Peter J. Carroll foi tamanha que o mundo do ocultismo nunca foi o mesmo. Depois do recebimento do Liber AL Vel Legis, o mundo do ocultismo estava empacado, repetindo fórmulas thelêmicas com diferentes sabores, ou olhando para o passado remoto. Liber Null e Psiconauta veio para mudar esse quadro definitivamente.

E esse impacto não foi à toa. Liber Null e Psiconauta traz pela primeira vez, de forma organizada e ao alcance de todos, a teoria e a prática por trás da corrente conhecida como Magia do Caos (Chaos Magic, ou Chaos Magick). O autor, Peter J. Carroll, ao lado de figurinhas ilustres como Ray Sherwin, foi um dos pioneiros dessa corrente revolucionária, e esta obra exprime magistralmente os conceitos por trás da Magia do Caos.

Phil Hine e Grant Morrisson podem ter se tornado os propagadores mais famosos da Magia do Caos, popularizando obras como Pop Magick e Condensed Chaos, mas foi com o Liber Null e Psiconauta que tudo começou. Foi dessa fonte que eles beberam. São essas teorias que eles replicaram, explicaram e exemplificaram. O fundamento está lá – o leitor com capacidade de análise e síntese é capaz de criar seus próprios sistemas a partir desse livro.

O livro é separado em duas partes: Liber Null e Psiconauta.

Liber Null

O Liber Null foi escrito em 1978, como um roteiro de estudos e treinamento para o Pacto Mágico dos Iluminados de Thanateros (IOT). Assim sendo, é composto de um conjunto de instruções práticas. A prática mágica é apresentada como uma forma de consolidar o aprendizado. As instruções vão dos mais simples exercícios de concentração até tópicos altamente avançados e controversos, como reencarnação. No meio do caminho, trata com igual importância das magias ditas “branca” e “negra”, sem fazer nenhuma distinção moralista entre elas.

Carroll foi um dos fundadores da IOT, e considerava a Ordem como a herdeira espiritual de Austin Osman Spare e do Zos Kia Cultus. Seu Liber Null apresenta e sistematiza de forma extremamente didática e prática alguns dos principais conceitos desenvolvidos por Spare, como o Alfabeto do Desejo e a Postura da Morte.

Psiconauta

Psiconauta foi escrito anos depois do Liber Null, e os dois foram unidos em um único volume, e vêm sendo publicados juntos desde 1987. Isso faz todo o sentido – seus conteúdos são complementares. Enquanto Liber Null apresenta roteiros para que o leitor desenvolva seus próprios métodos e práticas, Psiconauta oferece uma bela base teórica para acompanhar a prática.

Psiconauta é escrito na forma de uma série de ensaios curtos sobre os mais variados temas ligados à magia, incluindo psicologia, combate mágico e até teorias matemáticas. Algumas delas são propositalmente contraditórias – diferentes pontos de vista, mais ou menos adequados a cada situação.

Como dizia Hassan i Sabbah, citado logo na primeira ilustração do livro: “nada é verdadeiro, tudo é permitido”. Pegue a teoria que lhe convir, ignore ou altere a que não lhe agrada, e aplique o que lhe aprouver, em conjunto com os métodos simples e eficazes apresentados no Liber Null. Essa é a dinâmica de funcionamento das duas partes desse livro.

Lançamento no Brasil

Por incrível que pareça, Liber Null e Psiconauta nunca foi publicado oficialmente no Brasil. Algumas edições piratas circulam no mercado negro (e no Mercado Livre), e PDFs com traduções questionáveis também podem ser facilmente encontrados. Mas é a primeira vez que uma editora assume esse compromisso de trazer para o Brasil uma tradução oficial desse clássico.

E é com muito orgulho que a Penumbra Livros anuncia a publicação dessa obra prima da Magia do Caos em terras tupiniquins. A edição da Penumbra vem em capa dura, seguindo o padrão de qualidade já estabelecido na sua edição do (também clássico) O Renascer da Magia, de Kenneth Grant.

   compre liber null e psiconauta na saraiva cultura amazon martins fontes

Veja Também

Penumbra Entrevista: Peter J. Carroll

As Muitas Edições do Liber Null e Psiconauta

Save

Save

Save

Save

Save

Save

Save

Save

Save

Save

Save

Save