Como foi escrito o Liber ABA (ou Magick)

O Liber ABA, também conhecido como Magick, é um grande tratado de magia que não é dirigido apenas a thelemitas, mas também a todo estudante sério de ocultismo.

Crowley não é, como inadvertidamente se divulga, o único autor desse tratado, tendo trabalhado com diversos fratres e sorores para chegar à versão final do livro que desejava. Mas antes de falarmos sobre isso, vejamos um pouco da história que ronda o processo de escrita do Liber ABA.

Mas, afinal, como surgiu o Liber ABA?

Crowley, durante a realização de um ritual em novembro de 1911, recebeu a ordem de escrever o Liber ABA, assim como o conhecemos hoje. Ele ainda relata que essa entidade que ordenou a escrita do volume se revelou sob o nome de “Abuldiz” (ou “Ab-ul-Diz”, em certos registros). Mas o que é pretérito dizer é que a possibilidade da escrita desse livro também se deu pela presença de Soror Virakam (ou Mary Desti), que foi a vidente que trabalhou em conjunto com Crowley. Ela não esteve presente durante toda a organização da obra, mas tem parte fundamental na construção dela.

Quem foi Soror Virakam?

Mary Desti nasceu em 1871, em Quebec, Canadá. Era grande apreciadora e estudiosa de Arte, valorizando tudo o que era belo. Mary era dona de uma empresa de cosméticos, a Desti Beauty Products, e possuía uma loja que comercializava perfumes, roupas e peças de arte.

Como Soror Virakam, foi a segunda das onze Mulheres Escarlate (sucedendo Rose Kelly). Seu trabalho foi de importância ímpar para que o Liber ABA fosse escrito, dado ao fato de suas habilidades e talentos como vidente serem enormes. Ela tem, por esse motivo, coautoria do Liber ABA.

Outros fratres e sorores colaboraram com a escrita do Liber ABA

Grande parte do livro foi ditada por Crowley a seus principais alunos da época, que contribuíam com a construção do mesmo questionando mais profundamente alguns de seus pontos. Esses alunos estão envolvidos tanto com a criação do Liber ABA, como também com a publicação das primeiras edições.

Além de Soror Virakam, Soror Rhodon (Mary Butts), Soror Agatha (Leila Waddell), Soror Ouarda (Rose Crowley), Frater Per Ardua (Gal. John Frederick Charles Fuller), Soror Alostrael (Leah Hirsig), Soror Ich Will Es (Martha Küntzel) e Frater Volo Intellegere (Gerald Joseph Yorke) receberam crédito de co-autoria. Afinal, uma obra tão magnífica e abrangente é retrato de diversas mentes brilhantes trabalhando para um mesmo propósito: construir a obra definitiva de Magick.

Nossa campanha no Catarse continua um sucesso! Nela, você pode adquirir o Liber ABA – ou Magick – e ter, de uma vez por todas, essa grande obra da tradição esotérica ocidental em sua casa.

   apoie o liber aba no catarse

Deixe uma resposta