Banimentos para quando você está no fundo do poço

Todos nós já estivemos lá. Alguns passaram um tempo maior que os outros. Mas o fato é: o fundo do poço é inexorável à condição humana. E todos nós somos humanos; a menos que você faça parte do grupo dos que juram ser alienígenas ou superpoderosos.

O discurso de que magista bom não precisa de médico, nem psicólogo e que não passa por problemas é falacioso e perigoso.

Quando estamos no fundo do poço, temos a sensação de que há algo impedido, bloqueado, refreado. Tais sensações podem realmente sem causas externas, espirituais ou não, mas que tornam o trabalho mágicko particularmente difícil durante um período de tempo.

Com tantos problemas em mente, acabamos deixando a solução espiritual para quando a inspiração, o tempo ou a energia estiverem favoráveis. No entanto, é justamente no momento de maior dor, desespero ou angústia que precisamos nos focar na mágicka de banimento.

A eficiência do banimento

O banimento não marca apenas o início e o final de um ritual, mas também expulsa energias indesejáveis da sua vida. Desta forma, se você estiver doente, você pode banir a doença; se você estiver quebrado financeiramente, você pode expulsar suas dívidas e assim sucessivamente.

A teoria é realmente reconfortante como sabemos. Entretanto, na hora do desespero, muitas vezes a vontade de praticar magia é praticamente nula. Se você está na cama doente, por exemplo, você pode se considerar fisicamente incapaz para realizar qualquer ato de Vontade.

O que não entendem é que muitos magos, com seus rituais elaborados, acabam por esquecer de que a hiperconcentração num só fato, digamos, na dor ou no desespero, pode ser utilizada como moeda mágicka, pois esta hiperconcentração por si só pode te levar a um estado de gnose.

Banimentos prontos

Particularmente, eu não consigo fazer nada exatamente igual por um longo período de tempo porque isso perde a força, a criatividade e a originalidade. Assim como ouvir uma música excelente repetidamente nunca terá o mesmo efeito de ouvi-la nas primeiras vezes.

Orações, fórmulas de banimentos prontas que você pode encontrar online talvez funcionem muito bem no início, mas quando se tornam automáticas, elas acabam perdendo o valor. Não sei se é o seu caso. Mas tente adaptar o que você encontra nos grimórios para a sua realidade. O ideal é que você faça seu próprio ritual e que você não o veja como obrigação, mas sim algo natural.

Esqueça a bobagem do pensamento positivo

O pensamento positivo irá te dizer para ignorar a dor e se focar na sua melhora. “Imagine-se pulando alegremente num campo florido” irão dizer. No entanto, dor é a única coisa que você sente. Imagens felizes e saltitantes podem inclusive te enojar.

Pois eu digo, você está coberto de razão.

Permita-se vivenciar plenamente o momento de desespero, afinal, é a sua única alternativa. Imagine, junto com este desespero mental/físico, um vortex de matéria densa e obscura que se alimenta daquilo que te machuca.

Quando a sensação atingir seu ápice e você finalmente perceber o estado alterado da sua consciência, que irá durar apenas alguns instantes, imagine este vórtex ser empurrado pela sua dor para a terra, como num aterramento involuntário.

Este aterramento pode demorar algum tempo para terminar, e pode acontecer de você imaginar o enterramento com as suas lágrimas, com seu problema. Deixe qualquer imagem invadir a sua mente, como algo corroendo o sistema para finalmente liberá-lo.

Mágicka de emergência

Muitos magistas não se preocupam com isso, mas esta é uma boa alternativa. Então aqui vão algumas ideias de mágicka de emergência:

  1. Baterias mágickas com energia acumulada para quando você precisar de energia extra funciona como uma poupança para quando você precisar gastar mais do que arrecada;
  2. Talismã da sorte feito exatamente para o momento de desespero;
  3. Sigilos automáticos tirados da hiperconcentração na dor e no desespero;
  4. Sprays de ambiente de limpeza em que basta borrifar o conteúdo, auxiliando assim que você não perca a energia;
  5. Playlists musicais com hipersigilos de banimento.
  6. Concentração em símbolos mágickos de limpeza/banimento

Caso queira saber mais, recomendamos a leitura do livro Mágicka Visual, em especial o penúltimo capítulo de Solte Suas Feras.

compre o mágicka visual pela penumbra

Deixe uma resposta