Operação Mindfuck: Fazendo de Hoje um Dia Mais Interessante

Operação Mindfuck – Fazendo de Hoje um Dia Mais Estranho

Toda tradição religiosa, mística, esotérica ou oculta que se preze tem como um de seus principais objetivos a iluminação. Mas essa iluminação normalmente é uma busca muito pessoal e egoísta. Nesse ponto, o Discordianismo se destaca de todas as outras formas de busca por iluminação. Os Discordianos não se restringem em buscar iluminação para si mesmos, mas pretendem também iluminar o oponente. E é por isso que existe a Operação Mindfuck.

Questionar a realidade consensual é um ponto fundamental para qualquer um que busque iluminação. Mas o fato é que a maioria das pessoas comuns não está disposta a questionar. Não questionam o que leem na internet, o que veem na televisão, o que ouvem na padaria. E, principalmente, não questionam aquilo que consideram como fato inegável.

A Operação Mindfuck tem como objetivo desestabilizar essas crenças imutáveis, fazendo com que o não-questionador seja forçado a questionar. Mesmo que os métodos não empreguem violência física, forçar mudanças de perspectiva em terceiros pode parecer um tanto violento. E é mesmo. Mas é por um objetivo nobre.

Você talvez já tenha ouvido falar nos esquemas elaboradíssimos preparados pela Operação Mindfuck para fazer com que as pessoas questionem a realidade. Mas nem toda ação de desestabilização precisa ser elaborada. Vamos dar 23 ideias de coisas simples que você pode fazer hoje mesmo para tornar o dia de todo mundo mais estranho.

  1. No meio do dia, troque de roupa. Se alguém perceber, insista que você passou o dia inteiro com as mesmas roupas.
  2. Responda o telefone com uma pergunta aleatória.
  3. Troque todas as roupas do guarda-roupas de uma pessoa pelas roupas de uma outra pessoa (que pode ser você mesmo). O objetivo é fazer com que as duas pessoas se esbarrem usando as roupas umas das outras.
  4. Coloque coisas impossíveis de mandar pelo correio nas caixas de correio dos outros, como por exemplo um copo d’água, ou um balde de pipoca. Escreve o endereço e coloque todos os selos, etc.
  5. Quando estiver prestes a entrar em uma sala cheia de gente, ligue para o celular de uma dessas pessoas. Com um tom desesperado, sério, diga: “Não dá tempo de explicar, mas eu fui sequestrado e trocado por um robô que é igualzinho a mim. Ê, caceta, tenho que desligar!”, desligando em seguida.
  6. Coloque coisas que não são comida na geladeira. Costuma ser desconcertante abrir a geladeira e encontrar um telefone, ou as chaves do carro, ou alguma coisa que não tem nada a ver com a geladeira. Não explique, mas se estiver claro que você é o culpado, diga: “Depois de um dia difícil, nada como uma revista geladinha, refrescante”. Ou apontador. Ou papel higiênico. Ou escova de dente. Ou sei lá o que.
  7. Opcionalmente, finja que outra pessoa está escondendo suas coisas na geladeira. Saia por aí bufando e reclamando que você nunca acha o controle remoto. Encontre ele no freezer. Tente resolver o mistério.
  8. Grave um som curto, e coloque alguns minutos de silêncio antes e depois desse som. Esconda seu aparelho de MP3 e caixas de som em algum lugar, com essa faixa tocando no repeat.
  9. Se você conseguir furtivamente gravar outra pessoa e colocar a voz DELA nessa faixa, melhor ainda. Esconda a gravação em algum lugar que essa pessoa provavelmente vai ouvir. Imagine o quanto deve ser estranho ouvir sua própria voz vindo de algum lugar que não dá para ver, e não conseguir descobrir o que está acontecendo. Especialmente se você estiver acordado no meio da noite…
  10. Arrume um monte de livros baratos usados. Não importa quais. Coloque eles nas prateleiras dos outros.
  11. Atravesse a rua fazendo um moonwalk. Pontos extra se fizer isso numa rua movimentada. (Não seja idiota.)
  12. Faça combinações inadequadas de atividades. Escove os dentes enquanto cozinha. Passe fio dental enquanto usa o mictório. Combinações malucas dando errado.
  13. Sente no meio de um corredor, passagem, etc. Alguém com certeza vai te perguntar se está tudo bem. Aí começa o seu show.
  14. Use o utensílio mais ineficiente possível para comer (por exemplo: coma Isoporzitos com palitinhos de comida chinesa).
  15. Interrompa uma conversa dizendo: “Só um minutinho…”, e veja quanto tempo demora para alguém voltar a falar. Aja com incredulidade se alguém disser que você disse isso. Insista que você nunca disse.
  16. Avise as pessoas sobre grampos e microfones escondidos. Se dê ao trabalho de evitar conversar em certos lugares.
  17. Faça pôsteres ou adesivos de propaganda de causas que não existem. (Cuidado: elas podem surgir acidentalmente. Use seus memes com responsabilidade.)
  18. Esconda um chocolate embaixo de um teclado de um computador do seu trabalho ou escola. No espaço de LOGIN, escreva “Você venceu na vida. Seu prêmio está debaixo do teclado. Apague essa mensagem”.
  19. Vá na mesa de trabalho de alguém e suma com todos os lápis e canetas. Deixe no lugar deles uma caixa de giz de cera.
  20. Quando alguém levantar da mesa no trabalho, coloque uma xícara de café quente e um pãozinho meio comido no espaço de trabalho dessa pessoa.
  21. Vá até algum passante e pergunte em que ano nós estamos. Finja surpresa, e pergunte quem é o presidente atual. Chocado, diga “Meu deus, funcionou mesmo!”, e saia correndo.
  22. Se envolva profundamente com uma causa social diferente a cada dia, por uma semana.
  23. Coloque um sobretudo, óculos escuros, chapéu, etc., e tente entregar uma maleta para um desconhecido. Se eles recusarem, insista. A maleta está cheia de creme de barbear.

Viu só? A Operação Mindfuck não está restrita a esquemas malucos hollywoodianos. Essas ideias podem ser adaptadas à vontade, e outras ideias são sempre bem-vindas. Se fizer qualquer uma dessas coisas, deixe nos comentários o resultado da sua experiência.

 

Se você gostou da ideia de iluminar o oponente, a Operação Mindfuck e o discordianismo são para você. E se você quiser buscar iluminação para você mesmo, você realmente deveria ler o Principia Discordia, que está à venda na loja da Penumbra Livros.

   principia discordia com frete grátis saraiva cultura amazon martins fontes

Se você gostou desse post, veja também a Parte II, Parte IV e Parte V.

Operação Mindfuck: Fazendo de Hoje um Dia Mais Interessante

(Com material do site PrincipiaDiscordia.com)

Save

Deixe uma resposta