Austin Osman Spare e a Postura da Morte


Austin Osman Spare foi sem sombra de dúvida uma das mentes mais brilhantes do ocultismo Ocidental – não só do último século, mas de todos os tempos. Foi responsável por dar nova roupagem à tradição da feitiçaria e por apresentar o conceito do Alfabeto do Desejo. Spare trouxe outra contribuição essencial à tradição mágica moderna: foi o criador da Postura da Morte.

De forma simplista, pode-se definir a Postura da Morte como uma simulação de morte com a intenção de manifestar o desejo mágico no momento de vacuidade de pensamento, sem interferência da mente consciente. Mas é claro que explicações simplistas não nos interessam.

O procedimento prático da Postura da Morte é bastante simples. O operador, de pé, cruza os braços atrás de suas costas e arqueia o corpo de forma deliberadamente desconfortável. A intenção é gerar uma intensa e desgastante tensão muscular, e atrapalhar o fluxo natural da respiração. O desconforto físico atropela os demais pensamentos. A mente consciente se torna vazia. Às portas de um desmaio, o operador concentra o que resta de sua consciência em um desejo sigilizado, e se permite cair no chão. O sigilo é carregado em um estado alterado de consciência, sem a intervenção comumente causada por aquela parte da consciência que vai contra nossos desejos.

A prática da Postura da Morte leva a uma simulação de morte muito mais convincente do que a mera ritualística teatral de outras tradições mágicas. O rito de morte e ressurreição não é encenado, e sim experimentado. A manifestação em resultados tangíveis é a consequência natural.

No Alfabeto do Desejo de Austin Osman Spare, o símbolo de Ego está diametralmente oposto ao da Postura da Morte. A Morte, na concepção de Spare, é a negação do Ego. Ele define a Postura da Morte como “uma simulação de morte pela absoluta negação do pensamento; ou seja, a prevenção do desejo a partir da crença, e o funcionamento de toda a consciência através da sexualidade”. Mas a Nova Sexualidade será o tópico de um texto para o futuro.

Kenneth Grant explica em detalhes a simbologia da Postura da Morte no clássico O Renascer da Magia, que foi relançada em Português pela Penumbra Livros. Esta obra traz ilustrações originais de Austin Osman Spare, inclusive A Postura da Morte, que representa de forma gráfica esta fórmula em todas as suas minúcias.

Veja também:

Austin Osman Spare a e Feitiçaria

Austin Osman Spare a o Alfabeto do Desejo

Austin Osman Spare e a Nova Sexualidade

Austin Osman Spare e a Postura da Morte

Save